Blog

22/05/2019 12:02
Era uma vez uma gaivota diferente. Uma gaivota com vontade de crescer, de saber e de VIVER. Uma gaivota que nasce para cortar os ares em busca de Uma vida mais livre Uma vida mais pura Uma vida mais vida De uma vida mais junto ao seu criador. O criador de suas asas. A gaivota quer A gaivota alcança a glória de voar. Por que? Glória é Lutar Glória é Tentar Glória é Aprender Glória é Saber Glória é Ensinar Glória é Vencer Glória é Viver Glória é Amar A glória é chegar bem perto de Deus A glória é Deus! Nós somos como as gaivotas e cabe a cada um de nós escolhermos o tipo de gaivota que queremos...
15/05/2019 10:10
Família.....Família...Todos temos. Dela viemos. Nela nascemos... Então crescemos. Para uns, a família é só o pai, para outros, só a mãe, muitos só têm o avô... Mas é família:  sinônimo de calor! Tem família que é completa,  repleta,  discreta,  seleta,  aberta... Outra, é engraçada,  atiçada,  afinada,  engrenada, esforçada, empenhada... Mas tem família complicada, indelicada, desajustada, desacertada, debilitada... Família... Família é assim: lá não temos capa- nada nos escapa! Máscaras, como usar? Não, não dá prá enganar! Às vezes queremos fingir, mas...
13/05/2019 09:49
Cada um de nós,  carrega dentro de si a capacidade de transformar acontecimentos amorais em bem ou mal. Isso porque somos nós quem definimos o significado das coisas a partir do olhar. Em determinado momento, decidimos ser portadores do conhecimento do bem e do mal e foi aí que esse conhecimento se instalou como possibilidades. Só os humanos podem interferir no que vêem, e suas produções se estabelecem como mídia que acaba influenciando a cada individuo, tal como a coletividade. Sim, porque tudo o que fazemos, pensamos, sonhamos e queremos, sai de nossos corações e se estratifica como...
08/05/2019 09:41
É mais que ternura! Para alguns é sabor de bala de hortelã - refrescante! Para outros, sabor de bala de café, acordar e ficar atento ao momento, é dar alento! Para muitos, candura é doçura, meiguice... Do mesmo prefixo, cândido: - sincero, puro, às vezes ingênuo, inocente, bom de coração.... Cândura é alvura, alma limpa, transparente.... Ser Anjo do Senhor... Ser cândido é amar a simplicidade é ter amigos, saber perdoar, nunca, em momento algum guardar rancor... Ser cândido é estar de mãos dadas com o Pai, a Mãe é levar no coração só o Amor. Margaret Pelicano    
06/05/2019 12:35
Sentir o corpo, libertar-se de sentimentos mundanos e se desapegar são passos para um processo maior. Libertar-se das apreensões e desejos é colocar-se receptivo em termos de sentimentos,  para que seus receptores possam, mais livremente, entrar em contato com as coisas mais elevadas. – Desapegar-se é não ficar preso às coisas terrenas e ficar disponível. A meta final é estar disponível. Disponível para receber e entrar em contato. Jeremias Horta  
23/04/2019 10:53
Se furarmos todas as camadas de dogmas, preconceitos, inseguranças, sentimento de superioridade, rancor, insensatez, certezas fixadas em tradição, se passarmos por cima de nosso orgulho e abrirmos mão de pensarmos que somos detentores da verdade absoluta, se nos dispusermos a enxergar o outro como quem antes viu a si mesmo, abrindo-se para simplesmente amar. Se for assim, passaremos por cima das camadas que nos separam e, então, não haverá separação. Coexistiremos em respeito e em amor. Tirando todas as proteções o que resta são humanos, frágeis, necessitados uns dos outros independente da fé...
11/04/2019 11:07
Incenso, mirra, flores, tanto faz. Para quem morre e se descobre vivo, o lucro é total. Em um instante, a morte fecha seus olhos físicos para instantes depois, a imortalidade descerrar seus olhos espirituais. Isso é interessante: seus olhos físicos estão mortos, mas vê a luz brilhar. Sua família chora,  você fica com pena e tenta gritar para eles que está vivo, mas não sai voz nenhuma. * * * Em meio à ansiedade, parece que reconheço esse morrer. Pareço me lembrar de que já morri antes e isto é tão conhecido! O corpo está desligado e eu estou consciente. Uma luz branca me invade e me...
10/04/2019 10:29
Ora veja! De novo! Isso é bom. Vamos lá, O que é vida? – Espaço e movimento. Espaço porque acontece num lugar. – Movimento, porque acontece. A vida é uma expressão da alma. Viver é se exprimir. Vida é um gesto que afaga, cria ou destrói. Viver é tocar. Para o bem ou para o mal. Todo gesto tem um sentindo e uma direção. Isso é, tem uma razão de ser e uma meta.  É preciso estarmos  conscientes da vida. Daí, o fato de não vermos nos apressar. Onde há pressa, não há consciência.  Para vermos, conscientizarmos, e, portanto, vivermos com mais lucidez, é necessário vagareza. Devagar é...
09/04/2019 10:31
Um fenômeno interessante me chama atenção. Vivemos a experiência do tempo. Tudo o que existe um dia passou a ser até que, adiante, terminará. O tempo é um caminho linear, tem principio meio e fim. Estranho notar que, apesar da insistência do espelho que embranquece os cabelos e enruga a pele, o lugar onde existo parece estar fora do tempo. É como se dentro da gente passado e futuro não existissem e a experiência absoluta do que chamo de presente fosse contradita pelas manifestações de passado, sempre presentes em meu subconsciente. Somos seres que existem entre dois mundos. O mundo do tempo,...
04/04/2019 10:28
Valorizar o silêncio, apreciar a solidão, querer ficar sozinho de vez em quando é excelente, mas isso não pode ser o dogma de sua alma. Crescemos quando nos expomos às contradições, nos desenvolvemos quando aprendemos a conviver com quem pensa diferente, com quem muitas vezes nos desagrada com seus hábitos. Esse é um passo fundamental em direção ao autoconhecimento. Ninguém sabe tanto sobre si mesmo até que se exponha ao contraditório, se relacione com quem é diferente. Portanto, permita-se esse novo desafio. Chegou a hora de se expor, de influenciar seus ambientes, não como “pregador” de...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>